menu
Voltar

Ação comunitária e participação social foram destaques no Programa Cidadão de agosto

20 de agosto de 2018

Ação comunitária e participação social foram destaques no Programa Cidadão de agosto

O Programa Cidadão, desenvolvido em 2017 pela Rede de Ação Política pela Sustentabilidade – RAPS, é uma oportunidade de aprendizado e troca de experiências entre os membros da RAPS, onde os integrantes com mandato recebem em seus gabinetes outras lideranças da organização para acompanhar sua rotina, e entenderem a política institucional na prática.
Em agosto, o administrador regional do Lago Norte, Marcos Woortmann (REDE), recebeu o líder RAPS Zysman Neiman e a Empreendedora Cívica Juliana de Barros Freire. Neste encontro, entre outras iniciativas da gestão, os visitantes conheceram os projetos de ação comunitária, que envolvem ações nas áreas ambiental, segurança pública e integração entre o poder público e a sociedade.
Entre essas ações está o “Projeto Águas”, cujo objetivo é o mapeamento e a conservação das nascentes da região. Conhecia-se, por volta de 2015, quando da seca ocorrida em Brasília, cerca de 4 nascentes no território. Junto com moradores locais e o apoio técnico da Administração Regional, encontram-se hoje mapeadas mais de 110 nascentes. O trabalho foi realizado através do Whatsapp, com fotos que, enviadas pela comunidade à gestão do Lago Norte, permitiram o georreferenciamento das nascentes.

Outra boa experiência comentada por Juliana Freire é o viveiro de mudas, que fornece plantas do cerrado para o plantio. “Assim, as pessoas vão criando o hábito de plantar, de cuidar do meio ambiente e de preservar espécies nativas, que muitos não conhecem. O cerrado é um bioma muito ameaçado, e isso também está dentro da visão do Marcos, de espalhar essa cultura, de entender qual é o bioma que você está envolvido e ajudar a conservá-lo. Isso é uma forma de, não só fortalecer os laços comunitários, mas também de educar ambientalmente a comunidade, a pensar globalmente num problema sério de gestão dos recursos hídricos e do clima. Assim, é uma ação local que terá resultados globais”.
Outro projeto conhecido foi o “Redes de Vizinhos Protegidos”. Para trazer mais segurança para a região, a administração auxiliou na implantação de um batalhão da Polícia Militar no bairro. Também através de grupos no Whatsapp, foram criados grupos de vizinhos, para rápida comunicação em casos de atitudes suspeitas de alguém contra a comunidade. Assim, foi possível entrar em contato direto com a PM para uma rápida solução. O resultado, após um ano de implantação, é a redução do número de ocorrências.
Para a Empreendedora Cívica, Juliana Freire, “trata-se de uma experiência muito rica, pois essas ações mostram na prática como a sustentabilidade pode estar direta e concretamente ligada à gestão de um território, e como a ação política local pode ser potencializadora de ações maiores.” E ainda completa, “além disso, convocar a população para realizar junto com o poder público, permite outra visão das políticas públicas. As pessoas se sentem envolvidas, com potencial de incidência na sua realidade e levam esse aprendizado, essa consciência da política pública como algo que deve gerar um benefício na vida do cidadão. Elas se empoderam e se apropriam dessa política pública, de forma que eles vão ter a consciência de que isso é importante para eles e que isso deve se manter, independentemente de quem esteja no cargo de gestão ou da duração do mandato”.
Finalizando, Juliana Freire mostra sua felicidade em participar do Programa Cidadão e comenta: “foi uma imersão na política e na gestão de uma forma humana, de maneira que fortaleceu em mim o sentimento de esperança, de que outros gestores possam se inspirar nessa construção coletiva para atuar politicamente. O envolvimento pessoal do Marcos Woortmann (REDE) e de toda sua equipe em cada projeto, atuando com visão estratégica e integrada e buscando soluções de curto, médio e longo prazo para os desafios socioambientais do território é seu grande trunfo”.


Tags

Últimas do blog

19 de dezembro de 2019

Retrospectiva RAPS 2019

Chegamos ao fim de 2019 com várias conquistas e muitos desafios. Hoje a nossa rede reúne 677 pessoas, 177 delas no exercício de cargos eletivos, que se dedicam todos os dias a fortalecer os valores da democracia e da sustentabilidade. A equipe da RAPS tem [...]

Leia Mais
19 de dezembro de 2019

RAPS divulga publicação sobre mandatos coletivos e compartilhados

A RAPS disponibiliza a publicação “Mandatos Coletivos e Compartilhados: Desafios e possibilidades para a representação legislativa no século XXI”, coordenada pelo Líder RAPS Leonardo Secchi e que tem como coautores Ricardo Alves Cavalheiro, Willian Quadros da Silva, Saulo Francisco Paganela e Leticia Elena Ito. O [...]

Leia Mais
13 de dezembro de 2019

Parceria: Líderes da Fundação Lemann acompanharão formação da RAPS

A RAPS anuncia o resultado de processo seletivo que disponibilizará vagas em sua formação para membros das redes Talentos da Educação, Lemann Fellows, Talentos da Saúde, Ponte de Talentos, Novas Portas e Terceiro Setor Transforma, redes apoiadas pela Fundação Lemann, uma das apoiadoras institucionais da [...]

Leia Mais
RAPS