Eleições 2020: com sete eleitos no 2° turno, RAPS passa a ter 17 prefeitos e 40 vereadores - RAPS
menu
Voltar

Eleições 2020: com sete eleitos no 2° turno, RAPS passa a ter 17 prefeitos e 40 vereadores

29 de novembro de 2020

Eleições 2020: com sete eleitos no 2° turno, RAPS passa a ter 17 prefeitos e 40 vereadores

Neste domingo (29.11), mais de 38 milhões de eleitores de 57 cidades brasileiras puderam escolher prefeitos(as) e vice-prefeitos(as) no 2º turno das eleições municipais 2020. Finalizada a apuração das urnas, 7 das 12 lideranças da RAPS que estavam na disputa foram eleitas: Caio Cunha (PODE-SP) em Mogi das Cruzes (SP), Edvaldo Nogueira (PDT-SE) em Aracaju (SE), Guti (PSD-SP) em Guarulhos (SP), João Campos (PSB-PE) em Recife (PE), Kayo Amado (PODE-SP) em São Vicente (SP), Mário Hildebrandt (PODE-SC) em Blumenau (SC) e Paula Mascarenhas (PSDB-RS) em Pelotas (RS).

As lideranças eleitas em 2° turno representam cinco diferentes partidos, sete cidades e cinco estados. Desse total, uma é mulher e dois são pardos.

As quatro lideranças da RAPS que concorreram à reeleição foram eleitas novamente: Edvaldo Nogueira (PDT-SE) em Aracaju (SE), Guti (PSD-SP) em Guarulhos (SP), Mário Hildebrandt (PODE-SC) em Blumenau (SC) e Paula Mascarenhas (PSDB-RS) em Pelotas (RS).

Com os resultados do 2° turno, Aracaju (SE) e Recife (PE), ambas na região nordeste, passam a ser administradas por Líderes RAPS.

Outro fato que vale destaque é o comprometimento das lideranças eleitas em 2° turno com a Agenda Urbana do Clima. Cinco membros, incluindo os prefeitos de capitais, assinaram o compromisso com a agenda, que que lista 10 ações prioritárias – e urgentes – para o clima no nível local e propõe ​desdobramentos e caminhos para implementação desses pontos, sempre ​considerando os impactos das mudanças do clima nos centros urbanos.

2° turno consolida excelentes resultados da RAPS nas eleições 2020

Os novos eleitos se somam às 50 lideranças da RAPS que conquistaram um cargo eletivo em 1° turno. Ao todo, foram 57 membros eleitos, sendo 17 prefeitos(as) e 40 de vereadores(as). É melhor resultado da história da organização em pleitos municipais.

Uma a cada três lideranças da RAPS que concorram às eleições foi eleita. O número é 154% maior do que o obtido nas eleições municipais de 2016. 84% dos candidatos tiverem desempenho de votos superior à média dos concorrentes da sua região.

Somados os dois turnos, as lideranças da RAPS receberam mais de 5,8 milhões de votos, 120% a mais que no pleito passado (2.636.653 votos).

26 cidades com mais de 200 milhões de habitantes contarão com a atuação de um membro da RAPS eleito. Os dados indicam o tamanho e a relevância do impacto da rede RAPS no cenário pós-eleições 2020.

As lideranças da RAPS eleitas nesse pleito municipal representam 18 diferentes partidos, 48 cidades e 15 estados. Desse total, 17 são mulheres – sendo uma mulher trans – e 10 são pretos e pardos.

Cabe ressaltar também o recorde de lideranças femininas da RAPS. Do pleito municipal passado, em 2016, para este, houve um aumento de mais de quatro vezes na quantidade de mulheres da nossa rede que conquistaram um cargo eletivo.

Confira as Lideranças RAPS eleitas nas eleições municipais de 2020

– Prefeitos(as)

Alysson Bezerra (SD-RN) – Mossoró (RN)
Arão Josino (PSD-SC) – Ascurra (SC)
Axel Grael (PDT-RJ) – Niterói (RJ)
Bruno Cunha Lima (PSD-PB) – Campina Grande (PB)
Caio Cunha (PODE-SP) – Mogi das Cruzes (SP)
Edilson Tavares (MDB-PE) – Toritama (PE)
Edvaldo Nogueira (PDT-SE) – Aracaju (SE)
Guti (PSD-SP) – Guarulhos (SP)
Guto Issa (PODE-SP) – (São Roque (SP)
João Campos (PSB-PE) – Recife (PE)
João Marcelo Dieguez (Cidadania-MG) – Nova Lima (MG)
Kayo Amado (PODE-SP) – São Vicente (SP)
Luiz Paulo (PP-MG) – Curvelo (MG)
Mário Hildebrandt (PODE-SC) – Blumenau (SC)
Miguel Coelho (MDB-PE) – Petrolina (PE)
Paula Mascarenhas (PSDB-RS) – Pelotas (RS)
Raquel Lyra (PSDB-PE) – Caruaru (PE)

– Vereadores(as)

Alliny Sartori (MDB-SP) – Ibitinga (SP)
André Fraga (PV-BA) – Salvador (BA)
André Meirinho (PP-SC) – Balneário Camburiú (SC)
André Vechi (DC-SC) – Brusque (SC)
Amália Tortato (NOVO-PR) – Curitiba (PR)
Bruno Cunha (Cidadania-SC) – Blumenau (SC)
Carlos Bezerra Jr. (PSDB-SP) – São Paulo (SP)
Cesar Brizolara (PSB-RS) – Pelotas (RS)
Cristina Monteiro (NOVO-SP) – São Paulo (SP)
Diego Guimarães (Cidadania-MT) – Cuiabá (MT)
Dori Silva (REDE-SP) – Mairiporã (SP)
Franciele Back (PSDB-SC) – Gaspar (SC)
Gabriel Azevedo (PATRI-MG) – Belo Horizonte (MG)
Indiara (NOVO-PR) – Curitiba (PR)
Janaína Lima (NOVO-SP) – São Paulo (SP)
Janayna (PL-SC) Itapoá (SC)
Jorge Amaro (PP-RS) – Mostardas (RS)
José Pugliesi (MDB-SP) – Guaíra (SP)
Leandro Morais (PSDB) – Pouso Alegre (MG)
Lins Robalo (PT-RS) – São Borja (RS)
Lucas Gotardo (NOVO-SC) – Balneário Camburiú (SC)
Lucas Arruda (REDE-MG) – Poços de Caldas (MG)
Luiz Emanuel Zouain (Cidadania-ES) – Vitória (ES)
Macaé Evaristo (PT-MG) – Belo Horizonte (MG)
Maiara Campos (MDB-CE) – Palmácia (CE)
Marcela Trópia (NOVO-MG) – Belo Horizonte (MG)
Marcelo Silva (PSD-SP) – Campinas (SP)
Marcos Papa (Cidadania-SP) – Ribeirão Preto (SP)
Maryanne Mattos (PL-SC) – Florianópolis (SC)
Moisés Barbosa ‘Maluco Do Bem’ (PSDB-RS) – Porto Alegre (RS)
Péricles Régis (MDB-SP) – Sorocaba (SP)
Professor Bittencourt (PCdoB-SE) – Aracaju (SE)
Ralf Silva (PL-SP) – Iracemápolis (SP)
Ramon Novaes (PT-BA) – Quixabeira (BA)
Rochelle Gutierrez (PP-MG) – Uberaba (MG)
Rodrigo Paixão (PDT-SP) – Vinhedo (SP)
Sabrina Garcez (PSD-GO) – Goiânia (GO)
Thainara Faria (PT-SP) – Araraquara (SP)
Thiago Lucena (PRTB-PB) – João Pessoa (PB)
Washington Bortolossi (Cidadania-SP) – Itatiba (SP)

Mapa Eleições 2020

A RAPS lançou em outubro o seu Mapa de Candidaturas das eleições municipais de 2020. Nele estão as 187 lideranças* da organização que concorreram ao pleito neste ano, incluindo os(as) eleitos(as). Agora, com os resultados do 2º turno, é possível ver quem concorreu e quem foi eleito(a) neste ano. Para saber mais, acesse raps.org.br/candidatos-2020.

* Devido à crise no fornecimento de energia elétrica em Macapá (AP), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu pelo adiamento das eleições na cidade. O pleito foi remarcado para 6 de dezembro (1° turno) e 20 de dezembro (2° turno, se houver). Duas lideranças da RAPS concorrem a um cargo no município.


Tags

Últimas do blog

15 de abril de 2021

Prefeitos contam as experiências no enfrentamento da covid em nove lives especiais

A RAPS lançou uma série de entrevistas que vai mostrar a importância da ação dos prefeitos no enfrentamento da pandemia, o que eles fizeram e o que aprenderam durante o que pode ser considerado o maior desafio do Brasil –e do mundo. Intitulado “Caminhos da [...]

Leia Mais
7 de abril de 2021

RAPS defende melhorias no sistema eleitoral e oposição ao “distritão” em GT da reforma eleitoral

A Rede de Ação Política pela Sustentabilidade — RAPS participou nesta terça-feira (6/3) da audiência pública do Grupo de Trabalho (GT) Reforma da Legislação Eleitoral, do qual a LÍDER RAPS deputada federal Leandre (PV-PR) também faz parte.   O GT da Câmara dos Deputados está fazendo consultas com diversos segmentos sobre possíveis mudanças na legislação eleitoral, e que podem refletir nas eleições [...]

Leia Mais
31 de março de 2021

VÍDEO: RAPS e 5 líderes rejeitam punição de 119 dias para deputado da Alesp que assediou colega

A RAPS se mobilizou com cinco de seus líderes RAPS — os deputados estaduais Marina Helou (REDE), Patrícia Bezerra (PSDB), Sergio Victor (NOVO), Ricardo Mellão (NOVO) e a codeputada Claudia Visoni (REDE) — contra a punição de 119 dias do deputado estadual Fernando Cury (Cidadania), que o grupo considerou branda pelo ato de Cury, flagrado [...]

Leia Mais
RAPS