Lideranças discutem diretrizes para ampliar representatividade feminina na política institucional

Publicado em 01/09/2017

Um grupo de lideranças femininas da rede RAPS esteve reunido no dia 30 de agosto, na sede da instituição, para refletir, no âmbito do GT Mulher, caminhos para o fortalecimento do debate das questões de gênero na política institucional.

Diante da atual crise política e de representatividade que o Brasil enfrenta, o grupo abordou as principais causas e consequências da ausência de mulheres nos espaços de governança.

Para as lideranças, temas como representatividade nos partidos políticos e no Congresso Nacional, renovação dos quadros políticos, e empoderamento feminino evidenciam que o fortalecimento da democracia brasileira passa pela consolidação da atuação da mulher na política.

Como desdobramento do debate, o grupo propôs desenvolver um programa que busque debater, sensibilizar e formar as lideranças sobre as questões de gênero na RAPS, ações que já foram iniciadas com o estabelecimento de estratégias para este programa.

O GT Mulher é uma iniciativa de lideranças políticas da rede RAPS, que vem sendo construído em parceria com a instituição e tem o propósito de fortalecer a ação política da mulher e ampliar o debate sobre gênero na política institucional.

Estiveram reunidas:

Bruna Paola

Camila Salvatore

Irina Cesar

Mafoane Odara

Mariana Barbosa

Natalia Melo

Roberta Moreno

Vanessa Pechiaia


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *