RAPS - Empreendendo na política por um Brasil sustentável

RAPS - Empreendendo na política por um Brasil sustentável

RAPS - Empreendendo na política por um Brasil sustentável
Loading...

II Módulo de Formação 2019: o conceito de sustentabilidade


Publicado em 01/08/2019

O painel “O que é essa tal de sustentabilidade?” abriu os trabalhos do Módulo II de Formação dos 64 Líderes RAPS 2019, que aconteceu nos dias 27 e 28 de julho, em São Paulo (SP).

Para debater o conceito de sustentabilidade, estiveram presentes Roberta Simonetti, Empreendedora Cívica RAPS e especialista em Finanças para Sustentabilidade na WWF-Brasil; Alfredo Sirkis, Líder RAPS, jornalista, escritor e ex-deputado federal; Ângelo Lima, secretário-executivo do Observatório da Governança das Águas (OGA); Lauro Marins, diretor para a América Latina do CDP; e Malu Ribeiro, coordenadora da Rede das Águas (SOS Mata Atlântica).

 

O painel “O que é essa tal de sustentabilidade?” | Foto: Caroline Siqueira

 

Roberta Simonetti, Empreendedora Cívica RAPS e especialista em Finanças para Sustentabilidade na WWF-Brasil, foi uma das palestrantes. Em sua fala, traçou um panorama sobre o conceito de sustentabilidade de acordo com as transformações do mundo no decorrer da história. Com dados, mostrou como o consumo aumentou em velocidade bem maior do que a população nas últimas décadas, o que é insustentável. Em um século, a população cresceu quatro vezes enquanto o consumo cresceu 16 vezes.

“Todos nós precisamos dos recursos da natureza. Se a natureza for à bancarrota, todos nós vamos também. Não é uma questão de partido ou ideologia”, disse Roberta Simonetti, que completou: “O futuro não está dado, o futuro pode ser construído, cabe a nós fazermos isso de forma mais inteligente para nós e para o planeta”.


Definições

A questão conceitual do tema também foi abordada. De acordo com a palestrante, sustentabilidade é uma forma de compreender a Vida que implica em entender e considerar três coisas: as leis (inexoráveis) da natureza (física), as condições sistêmicas de equilíbrio (dinâmico/resiliência) e de contorno (limites), e a complexidade (conectividade, não-linearidade, incerteza).

 

Roberta Simonetti, Empreendedora Cívica RAPS e especialista em Finanças para Sustentabilidade | Foto: Caroline Siqueira

 

Roberta Simonetti, lembrou ainda que é possível descrever esse princípio com ideias simples, como: “ser sustentável é reciclar” e “fazer mais com menos”. “É o princípio ético que tem como base a vida como um valor essencial e universal e que deve fundamentar das nossas escolhas”, resumiu.


Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

A palestra também trouxe à tona os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU com a seguinte questão: como atingir as metas sem violar os limites planetários?

 

Roberta Simonetti discutiu o conceito de sustentabilidade | Foto: Caroline Siqueira

 

Como resposta, Roberta Simonetti trouxe cinco políticas transformadoras para atingir os ODS dentro dos limites planetários: estímulo às energias renováveis, com a redução pela metade das emissões a cada década a partir de 2020, acelerar o desenvolvimento de cadeias alimentares sustentáveis (aumento de produtividade), criar covos modelos de desenvolvimento para países mais pobres, reduzir ativamente a desigualdade, e investir em educação para todos, equidade de gênero, saúde e planejamento familiar.


Finanças e mudanças climática

No mesmo painel, a fala de Lauro Marins, diretor do CDP para a América Latina, mostrou como o trabalho da instituição pode auxiliar gestores por meio de um banco de dados global, com informações e relatórios, para que investidores, empresas, cidades, estados e regiões gerenciem seus impactos ambientais. “A informação compilada pelo CDP permite decisões de negócios e políticas mais informadas ao considerar riscos e oportunidades financeiros gerados pela mudança climática, água e questões relacionados a mudança e uso do solo”, explicou.

 

Lauro Marins, diretor do CDP para a América Latina, faz a sua apresentação no Módulo II | Foto: Caroline Siqueira

 

Na palestra, Marins ainda trouxe o dado de que 44% trabalham em colaboração com o setor privado para resolver questões de sustentabilidade. As áreas de resíduos e energia somam 40% das iniciativas reportadas por essas cidades. Além disso, trouxe a posição de Larry Fink, CEO da BlackRock, maior gestora de ativos no mundo, que diz que dentro dos próximos cinco anos todos os investidores medirão o impacto de uma empresa na sociedade, governo e meio ambiente para determinar seu valor.


TAGS: Líderes RAPSLíderes RAPS 2019Módulo IISustentabilidade


Newsleter

RECEBA A NEWSLETTER DA RAPS

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento

* Campo obrigatório

Blog

Nossas Notícias

RAPS e Estadão: Para analista, democracia exige lideranças partidárias fortes

RAPS e Estadão: Para analista, democracia exige lideranças partidárias fortes

Redação, O Estado de S.Paulo   A cobrança feita por grupos de renovação política por mais democracia interna nos partidos...

Saiba Mais
Podcast Estadão: Os desafios da Democracia no Brasil #1

Podcast Estadão: Os desafios da Democracia no Brasil #1

Na primeira edição do podcast especial Estadão Notícias, a diretora-executiva da RAPS, Mônica Sodré, e o Líder RAPS e deputado...

Saiba Mais
RAPS Newsletter | Ano 4, n° 72

RAPS Newsletter | Ano 4, n° 72

RAPS Newsletter | Ano 4, n° 72 – 20 de agosto de 2019 REDE RAPS RAPS e Estadão: hiperconectividade e...

Saiba Mais

Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support