RAPS e FFHC discutem sobre financiamento de campanhas

Publicado em 01/09/2017

A Fundação Fernando Henrique Cardoso realizou no dia 31/08, em parceria com a RAPS, o seminário “Financiamento de campanhas: que modelo o Brasil deve adotar?”. O tema, bastante caro às duas organizações, está inserido e dialoga bastante com o que tem ganhado espaço, sobretudo a nível federal, sobre como reformar o sistema político brasileiro.

A moderação da mesa foi feita pelo diretor executivo e fundador da RAPS, Marcos Vinícius de Campos, juntamente com o Superintendente da Fundação FHC, Sérgio Fausto, que contou com a presença de lideranças políticas da organização e estudiosos do assunto. Os Líderes RAPS Marcus Pestana (deputado federal – PSDB), Tadeu Alencar (deputado federal – PSB) e Alessandro Molon (deputado federal – REDE) participaram da mesa de discussão. Também compuseram o painel o vice-diretor e professor da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG, Bruno Reis, e o especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, Bruno Carazza dos Santos.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 77/2003, que tramita na Câmara dos Deputados há 14 anos, tornou-se uma pauta de grande relevância com a criação de uma comissão especial para debater as principais alterações sugeridas pelos partidos. Apesar do intenso debate, a chamada Reforma Política, pelo menos por ora, parece não encontrar consenso entre as forças políticas e corre o risco de ser postergada.

“Foi um debate instigante e que proporcionou aos presentes uma ideia sobre a complexidade dos pontos que estão em votação na proposta de reforma política que está para ser votada no Congresso”, avaliou Juliana Freire, colaboradora e Empreendedora Cívica da RAPS.

Clique aqui para acessar a página do facebook da Fundação Fernando Henrique Cardoso e conferir a gravação do evento.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *