menu
Voltar

RAPS na TV Estadão

7 de agosto de 2019

RAPS na TV Estadão

 

Mônica Sodré, diretora-executiva da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade, foi entrevistada em uma live produzida pelo Estadão no dia 06 de agosto. Ela falou ao jornalista Daniel Fernandes sobre os desafios da democracia no Brasil em um mundo hiperconectado e a respeito de um evento a ser realizado em parceria por RAPS e Estadão.

O advento da tecnologia promoveu uma série de alterações na sociedade, desde o deslocamento pela cidade até a forma como as pessoas fazem as suas refeições. Com isso, houve também mudanças na política: inteligência artificial, proteção de dados e fake news já fazem parte do cotidiano. Trata-se de um mundo novo, que convive com representação, partidos políticos e uma série de coisas importantes para a democracia.

Na entrevista, Mônica Sodré explicou que em um país desigual como o Brasil, há um déficit de acesso à internet bastante significativo. De acordo com dados do Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD (2016), uma a cada três pessoas não tem acesso à internet. “Se por um lado temos um mundo mais conectado, o ambiente em que se discutem assuntos como política, por exemplo, por vezes encontra-se bastante fragmentado”, disse.

Sobre as dinâmicas que envolvem a política ao mundo digital, a diretora-executiva da RAPS pontuou que é preciso zelar para que o ambiente virtual consiga entregar boas discussões e diálogos respeitosos, uma vez que questões como proteção de dados e fake News interferem nessa questão. Porém, essa nova realidade também tráz aspectos positivos. “Em uma democracia como a nossa, existe uma relação natural que se estabelece entre representantes e representados. Certamente, o digital e a tecnologia vêm para auxiliar essa relação com mandatos mais transparentes, campanhas de mais baixo custo e prestação de contas”, informou Mônica Sodré.

 

Parceria

No dia 04 de setembro, em Brasília, RAPS e Estadão promovem o seminário “Desafios da democracia no Brasil: inovação, participação e representação num mundo hiperconectado”. O evento acontece no auditório do Interlegis no Senado Federal, a partir das 14h, e com transmissão ao vivo.

Para Mônica Sodré, debater democracia, os seus desafios e as suas oportunidades, é uma tarefa fundamental para uma organização como a RAPS, que nasceu em 2012 com a missão de contribuir para a melhoria da democracia no Brasil. “O Estadão é um parceiro de grande importância para a gente, sobretudo porque carrega os princípios da democracia e da liberdade no coração do seu trabalho”, afirmou.


Tags

Últimas do blog

13 de dezembro de 2019

Líderes RAPS 2019 assinam artigos sobre resíduos sólidos e consórcios municipais

Como parte das atividades de capacitação da turma, os Líderes RAPS 2019 tiveram a oportunidade de participar de Grupos Temáticos para debater com especialistas sobre tratamento de resíduos sólidos e consórcios municipais, temas definidos por eles mesmos durante o I Módulo de Formação, realizado em [...]

Leia Mais
13 de dezembro de 2019

RAPS Newsletter | Ano 4, n° 86

Esta edição da newsletter destacou a participação da RAPS na 25ª Conferência das Partes das Nações Unidas (COP 25), que contou com painel sobre crise climática brasileira e encontro com lideranças globais. Também temos uma publicação com artigos produzidos pelos Líderes RAPS 2019 sobre resíduos [...]

Leia Mais
10 de dezembro de 2019

RAPS leva debate sobre crise climática brasileira para a COP25

Desafios, riscos, oportunidades e compromissos para o fortalecimento da agenda do clima nas diferentes esferas da federação. Esses foram os temas abordados no painel “Crise Climática: Olhares da política brasileira”, promovido pela RAPS durante a 25ª Conferência das Partes das Nações Unidas (COP-25) – evento [...]

Leia Mais
RAPS